Mostra CineTrabalho Itinerante – Araraquara, São PauloThe Brazilian International Labour Film Festival

Mostra CineTrabalho Itinerante – Araraquara, São PauloThe Brazilian International Labour Film Festival

De 20 de Junho a 12 de Julho, a Mostra CineTrabalho Itinerante apresentará uma seleção de 32 filmes que participaram de edições do evento ao longo dos seus 10 anos de história. A Mostra será realizada no Anfiteatro B da Faculdade de Ciências e Letras – FCLAr – UNESP. Projeções públicas também serão realizadas nos Bairros Selmi Dei, Parque São Paulo e Yolanda Opice.
Confira a programação no sítio: http://cinetrabalho.wordpress.com/2016-araraquara/
Em Araraquara, a Mostra Itinerante é organizada pelo Grupo de Extensão Cine Campus (FCLAr – UNESP), sob a coordenação da Profª. Drª. Fabiane Renata Borsato.
Informações: info@bilff.org
Local:

Anfiteatro B

FCLAr – Faculdade de Ciências e Letras

Universidade Estadual Paulista – UNESP

Rod. Araraquara-Jaú Km 1 – Bairro Machados

14800-901 – Araraquara, São Paulo, Brasil

S3tArt-Doomer no Amazônia das Artes

Episódio 01 do S3tArt com o artista Doomer-PI confirmado na mostra de arte SESC Amazônia das Artes 2016, circulando junto com mais 10 filmes realizados na região mais o estado do Piauí.

Conexão, Intensidades, Intercâmbio, Rede e Diversidades. Palavras que marcam a nona edição do Sesc Amazônia das Artes. Um programa do Sesc, para a circulação e intercâmbio das artes, que desconstrói a ideia de que não é possível fazer arte fora dos grandes eixos. Trazendo trabalhos com potência criativa, inquietações e provocações de artistas de 10 estados brasileiros, que geograficamente e politicamente estão identificados como Amazônia Legal. Ao mesmo tempo em que as questões naturais os aproximam, os interesses estéticos se mostram diversos e intensos.

Fazem parte deste programa as administrações regionais do Sesc nos estados Acre, Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Maranhão, Amapá, Tocantins e o Piauí, com o apoio técnico e financeiro do Departamento Nacional do Sesc. Que juntos já potencializaram o trabalho de mais de 570 artistas, que se conectaram e conheceram públicos diversos.

Na edição anterior do projeto, foi introduzida uma modalidade muito importante: as etapas Conexões, nas quais os artistas, que apresentam semelhanças entre seus interesses artísticos, se encontram para trocar experiências, técnicas e estabelecer conexões artísticas e afetivas. Afetar também no sentido do encontro, do contato, perceber como os processos podem ser influenciados e experimentados na fronteira com o outro. Em sua nona edição, este espaço se potencializa e se solidifica, e será experimentada por todas as linguagens, inclusive literatura e cinema.

O Sesc Amazônia das Artes é uma importante rede de intercâmbio das artes e da cultura, que pretende ultrapassar a indispensável ação de divulgar os trabalhos, mas se desafia também a criar laços, fortalecer a criação artística, dar visibilidade para as potencialidades estéticas que aparecem “do lado de cá” do país, encontrar respostas criativas e alternativas para as dificuldades encontradas, como o custo amazônico (custos onerosos de produção, devido as grandes distâncias) e a escassez de políticas públicas para a cultura.

 

 

Projeto Pesca Solidária

O relato documentado entre os anos de 2014 e 2015 das ações do Projeto Pesca Solidária, realizado pela Comissão Ilha Ativa, com o patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental.
Uma produção da Madre Filmes.
O documentário do Pesca Solidária leva a assinatura de ChicoRasta na direção e roteiro, a montagem e finalização de Eduardo Crispim; a direção de fotografia de César Vieira, a composição de imagens de, Vinícius França e Waldemar Justo. Além do reforço de produção da Framme com Alexandre Rufino, César Piauilino e Alexandre Mello.
Destaque para a trilha musical do cantautor, Lenine, que também é um dos entrevistados do filme.

Estamos felizes pelo convite do time do Pesca Solidária pra executar esse lindo trabalho, com uma equipe linda e cheia de vontade.